Roraima volta a decretar emergência social por causa da imigração venezuelana

01:42 Geral, Notícias 22/03/2019 - 15h35 Brasília Embed

Bianca Paiva

O fluxo imigratório de venezuelanos em Roraima continua intenso e o governo do estado decidiu restabelecer a situação de emergência social pelo prazo de 180 dias. A medida foi assinada pelo governador Antônio Denarium e publicada na última terça-feira (19) no Diário Oficial roraimense.

 

A decisão considera o aumento de imigrantes em situação de vulnerabilidade, após a auto declaração de Juan Guaidó como Presidente da Venezuela e o agravamento da crise com a frustrada tentativa de entrega de ajuda humanitária na fronteira pelas cidades de Pacaraima, no lado brasileiro, e Santa Elena de Uairén, no país vizinho.

 

No decreto, o governador ressalta as dificuldades enfrentadas pelo estado para prestar apoio humanitário que extrapolam completamente a normalidade da execução de políticas públicas estaduais.

 

O documento determina e autoriza uma série de ações que devem ser adotadas pelas secretarias estaduais para promover ações socioassistenciais aos estrangeiros e campanhas educativas de orientação junto à sociedade roraimense, para facilitar o trabalho junto à população atingida.

 

O primeiro decreto de emergência social devido a intensa imigração venezuelana foi publicado em dezembro de 2017 pelo governo do estado.

 

A fronteira entre Brasil e Venezuela está fechada desde o dia 21 de fevereiro por determinação do presidente Nicolás Maduro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique