Corpos de vítimas de temporal no Rio continuam a ser encontrados

03:05 Geral, Notícias 09/04/2019 - 17h12 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

Sete mortes foram confirmadas em decorrência do temporal que atinge o Rio de Janeiro desde o início da noite dessa segunda-feira (8). Três vítimas foram localizadas nesta terça-feira (9), a tarde, dentro de um veículo atingido por um deslizamento de terra na Ladeira do Leme, na zona sul do Rio.

 

Os corpos seriam de uma avó e da neta, uma criança, e do motorista do veículo. As duas estavam desaparecidas desde a noite de ontem quando saíram do Shopping Rio Sul, na região.

 

Amigos da família iniciaram as buscas no local pela manhã, depois que descobriram que o GPS de um táxi, que teria saído do Shopping, indicou que o veículo estaria no local.

 

O fisioterapeuta Diego Roberto Souza junto com amigos e pessoas da vizinhança iniciaram as escavações antes do Corpo de Bombeiros chegar.

 

A delegada Valéria Aragão, da Delegacia de Copacabana onde foi feito o registro de desaparecimento das vítimas acompanha o trabalho de resgate que chegou a ser interrompido por causa de nova ocorrência de chuva torrencial e o risco de mais desabamento,

 

As outras quatro vítimas são um jovem que morreu eletrocutado em Santa Cruz, na zona oeste, duas irmãs, Doralice do Nascimento e Gerlaine do Nascimento, que morreram soterradas em um desabamento no morro da Babilônia, na zona sul, e o motociclista Guilherme Fonte, que morreu afogado ao ser arrastado pela enxurrada na Gávea, também na zona sul.

 

Bombeiros ainda fazem buscas por um desaparecido, que estaria sob uma casa que desabou, também no morro da Babilônia. Gilson Cesar Cerqueira dos Santos vivia junto com as irmãs que morreram no desabamento.

 

Fernanda Brasil era amiga das irmãs. Ela contou que uma delas chegou a ser localizada com vida, mas não resistiu.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique