Prefeitura do Rio monta esquema especial para atender afetados pelos desabamentos em Muzema

01:22 Geral, Notícias 14/04/2019 - 09h25 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

A Defesa Civil municipal está com 12 agentes trabalhando no Condomínio Figueiras do Itanhangá, na Muzema, na zona oeste do Rio, onde dois prédios desabaram na manhã de sexta-feira (12). Equipes de engenheiros e técnicos isolaram a área, incluindo a retirada de moradores dos prédios vizinhos, que passam por avaliação estrutural.

 

Os agentes também apoiam o Corpo de Bombeiros no resgate de possíveis vítimas e já acionaram as concessionárias de energia e gás para dar suporte à operação.

 

Um cadastro de moradores também está sendo realizado para identificar e organizar o atendimento, inclusive para o recebimento de aluguel social.

 

A Secretaria Municipal de Saúde está no local com cerca de 30 profissionais entre médicos, enfermeiros técnicos de enfermagem, psicólogos e agentes de saúde. Os profissionais estão fazendo curativos, aferindo pressão e dando um primeiro atendimento às vítimas e familiares.,

 

Funcionários do Detran e da Fundação Leão XIII, que atua com programas para o enfrentamento da pobreza e risco social, também montaram uma tenda no local para prestar assistência. Os moradores terão isenção para a segunda via de novos documentos.

 

Segundo a Prefeitura do Rio, os prédios que desabaram e outros do mesmo condomínio Figueiras do Itanhangá, foram construídos irregularmente em uma área controlada por milícias.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique