Após morte de Gabriel Diniz, Anac suspende operações de aeroclube em Alagoas

01:11 Geral, Notícias 27/05/2019 - 21h31 Brasília Embed

Victor Ribeiro

A Anac, Agência Nacional de Aviação Civil, suspendeu as operações do Aeroclube de Alagoas e interditou as nove aeronaves da empresa.

 

A decisão foi tomada após a queda do avião que matou o cantor Gabriel Diniz e os pilotos e diretores do aeroclube Abraão Farias e Linaldo Xavier.


No começo da tarde dessa segunda-feira (27), o avião onde os três estavam caiu no município de Estância, em Sergipe, enquanto prestava serviço de táxi aéreo para o cantor.

 

De acordo com a Anac, a aeronave não poderia fazer esse tipo de voo e deveria ser usada apenas para treinamentos.


A agência reguladora abriu um processo administrativo para apurar possíveis irregularidades. Essa apuração vai verificar em quais condições estava sendo feito o transporte de passageiro em aeronave de instrução.


As investigações sobre as causas do acidente são conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos de Pernambuco. É um órgão regional do Cenipa, Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, da Força Aérea Brasileira.


Ainda não existe prazo para o encerramento das investigações.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique