Justiça do DF determina que metroviários garantam 80% da frota funcionando em horários de pico

01:55 Geral, Notícias 05/05/2019 - 15h43 Brasília Embed

Dayana Vítor

O brasiliense poderá ter dificuldades para pegar o metrô nesta segunda-feira (6), quinto dia de greve dos metroviários.

 

Mas o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região determinou que Sindicato dos Metroviários do DF garanta o funcionamento de 80% da frota de trens nos horários de pico e de 30% nos demais horários. Em caso de descumprimento, a categoria terá que pagar de multa diária de R$ 100 mil.

 

Nos dois primeiros dias da greve dos metroviários, na quinta (2) e sexta-feira (3) da semana passada, 18 dos 24 trens do Metrô funcionaram das 5h30 as 10h30 e das 16h30 as 21h30. 

 

Mesmo com mais de 80% dos trens circulando, os passageiros tiveram dificuldades para utilizar o transporte nos primeiros dias da paralisação. Os vagões demoravam para chegar e estavam superlotados.

 

Na sexta-feira, dia 3 de maio, houve uma audiência de conciliação no TRT entre o Metrô e os grevistas. No entanto, as partes não chegaram a um acordo.

 

A greve foi deflagrada porque a categoria rejeitou a proposta da direção do Metrô de manter o Acordo Coletivo de Trabalho em vigor desde 2017 até 2020.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique