Ministério Público pede que Justiça suspenda licitação do novo autódromo no Rio

02:11 Geral, Notícias 21/05/2019 - 15h59 Rio de Janeiro Embed

Cynthia Cruz

Mesmo com o pedido do Ministério Público Federal à Justiça para suspender liminarmente a licitação da prefeitura do Rio de Janeiro para a construção de um novo autódromo na zona oeste da cidade, o processo seguiu.

 

A prefeitura afirmou que não foi notificada oficialmente da ação.

 

Portanto, a única empresa que apresentou documentação para participar do certame, a empresa Rio Motors, foi anunciada como vencedora.

 

O MPF pede a suspensão até a apresentação e aprovação do Estudo Prévio de Impacto Ambiental pelo órgão licenciador e até que seja expedida licença prévia de viabilidade ambiental do novo autódromo.

 

O empreendimento deverá ser construído em um local conhecido como Floresta de Camboatá, em Deodoro, que pertence ao Exército Brasileiro.

 

Segundo o MPF, a área verde é único ponto remanescente de grande porte de Mata Atlântica em área plana na cidade. De acordo com o Ministério Público Federal, são aproximadamente 200 hectares, dos quais 114 cobertos por áreas naturais e regeneradas.

 

O Instituto de Pesquisas Jardim Botânico já catalogou na Floresta do Camboatá 125 espécies diferentes da flora nativa, incluindo ipês e jacarandás.

 

A licitação aberta pela prefeitura tem o objetivo de estabelecer uma parceria público-privada para concessão administrativa, implantação, operação e manutenção do autódromo na região de Deodoro. Segundo a prefeitura, todo o dinheiro investido será privado.

 

A construção do autódromo foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro, no início deste mês, ao assinar um termo de cooperação com o governo do estado e a prefeitura do Rio de Janeiro. Ele negou, no entanto, ter participado da decisão de mudar o Grande Prêmio de Fórmula Um de São Paulo, onde acontece atualmente, em Interlagos, para capital fluminense.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique