Pará: leitura é estimulada para tratar doenças decorrentes do HIV

01:42 Geral, Notícias 21/05/2019 - 09h57 Brasília Embed

Bianca Paiva

Um espaço de leitura será inaugurado, nesta terça-feira (21), na Unidade de Acolhimento Temporário da Secretaria de Saúde Pública do Pará, em Belém. A iniciativa é da Ioepa, a Imprensa Oficial do Estado e faz parte do projeto Livro Solidário.

 

A ideia é atender jovens e adultos com baixa escolaridade que frequentam o local para tratamento de enfermidades provenientes do vírus HIV.

 

Segundo informações do governo paraense, a leitura traz benefícios aos pacientes e é indicada por médicos e psicólogos para aliviar sintomas de diversas patologias.

 

Esse tipo de tratamento é chamado de biblioterapia clínica, definida como a recomendação de livros para aliviar angústias pessoais, estimular emoções, promover o diálogo e ajudar pessoas com insônia.

 

O acervo do espaço de leitura vai contar com cerca de 60 livros de contos, literatura infantojuvenil, literatura em geral e revistas.

 

A inauguração, marcada para as 15h, terá a participação do escritor, poeta, prosador e cordelista Antônio Juraci Siqueira, que vai interagir com pacientes e familiares, por meio da leitura de poemas.

 

A Unidade de Acolhimento Temporário atende, em média, 60 a 80 pacientes por mês, que vivem com HIV/Aids. O serviço funciona 24 horas, com 21 leitos disponíveis. A equipe multidisciplinar é composta por enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, terapeutas ocupacionais e farmacêuticos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique