Pouco mais de um ano depois do fim do racionamento de água, barragem no DF atinge capacidade máxima

01:59 Geral, Notícias 20/05/2019 - 19h21 Brasília Embed

Sayonara Moreno

Responsável pelo abastecimento de água no Plano Piloto, Lago Sul e Paranoá, a barragem de Santa Maria atingiu sua capacidade máxima. O reservatório já esteve em situações críticas, a pior delas foi quando chegou a menos de 22% da capacidade total, em novembro de 2017.

 

O presidente da Caesb, Carlos Bezerra, destaca que o reservatório de Santa Maria tem uma função importante, que ele chama de reserva técnica.

 

A escassez de água no Distrito Federal levou a uma situação preocupante. Foi só em abril do ano passado que o reservatório começou a dar sinais de recuperação, depois de novas obras de captação e um período de racionamento por parte da população.

 

Apesar da recuperação, o reservatório de Santa Maria alcançou o limite máximo de forma mais lenta que o do Descoberto. Isso porque, segundo a Adasa, ele é abastecido apenas por rios pequenos.

 

O Descoberto, que atende 60% do DF, alcançou a capacidade máxima em dezembro do ano passado, em decorrência de chuvas.

 

O monitoramento diário dos níveis dos reservatórios registrou que o de Santa Maria atingiu o nível máximo de água, pela primeira vez, em 1989. Depois, todo ano se repetia assim, até 1994. Já nos últimos dez anos, a barragem de Santa Maria atingiu, por sete vezes, o volume total. Mas a última vez havia sido em junho de 2015.

 

Independentemente do volume de água, a Adasa recomenda o consumo de água consciente para evitar que o Distrito Federal enfrente nova crise hídrica.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique