Produtores do Rio são recompensados pela conservação da Mata Atlântica

03:30 Geral, Notícias 28/05/2019 - 17h28 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

No Dia Nacional da Mata Atlântica, 164 produtores rurais do Rio de Janeiro foram recompensados, por prestação de serviços ambientais na conservação deste bioma.

 

Os produtores, que juntos receberam cerca de R$ 1 milhãos, alcançaram a recuperação de área equivalente a mais de 2 mil campos de futebol, na bacia do Rio Paraiba do Sul, principal manancial de abastecimento da Região Sudeste.

 

Eles foram selecionados no primeiro edital, realizado em 2018.

 

O projeto Conexão Mata Atlântica reconhece e incentiva os produtores que adotam ações de conservação e restauração de floresta nativa e implementam práticas agrícolas sustentáveis, como os sistemas silvipastoril e agroflorestal.

 

A iniciativa une esforços do governo federal com os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro para promover a conservação e recuperação da biodiversidade do bioma e do ciclo do carbono na bacia do Rio Paraíba do Sul.

 

Os recursos são do Fundo Global do Meio Ambiente, por meio do BID, o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Entre as exigências do projeto está a aplicação das recompensas nas atividades econômicas das propriedades e no aprimoramento dos negócios rurais integrados às boas práticas ambientais.

 

A produtora de café e leite Zuraide de Figueiredo Guedes, que junto com a irmã herdou duas propriedades dos pais, classifica o projeto como excelente, por ajudar os proprietários rurais nesse trabalho de preservação.

 

O cheque simbólico, do Pagamento por Serviço Ambiental, foi entregue aos agricultores pelo governador Wilson Witzel durante evento no Museu do Amanhã, no centro da capital.

 

O governador afirmou que a biodiversidade é essencial para o desenvolvimento do estado e que os agricultores demonstraram que é plenamente possível promover atividade de produção agropecurária e, ao mesmo tempo, conservar os recursos naturais.

 

Witzel afirmou que está incentivando o turismo rural no Rio de Janeiro.

 

No estado do Rio de Janeiro, o projeto Conexão Mata Atlântica abrange seis microbacias localizadas em áreas estratégicas para a manutenção dos fragmentos florestais e preservação dos recursos hídricos que compõem as regiões hidrográficas do Rio Paraíba do Sul.

 

Até a conclusão do projeto, previsto para 2021, a meta é alcançar 1.500 hectares de conservação de floresta nativa, 750 hectares de restauração florestal e 1.500 hectares de conversão produtiva.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique