Rio de Janeiro: autos de resistência crescem 23% e homicídios dolosos diminuem 25%

02:19 Geral, Notícias 20/05/2019 - 18h08 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

Os homicídios dolosos caíram 25% no Rio de Janeiro, em abril deste ano, em relação ao mesmo período de 2018, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) do estado. Já os autos de resistência registraram aumento de 23%, na mesma comparação.

 

Segundo o ISP, no entanto, no confronto entre março e abril de 2019, o indicador diminuiu 4%, mantendo a tendência de queda verificada desde o começo do ano: foram 160 mortes em janeiro; 145, em fevereiro; 129, em março, e em abril, 124.

 

O indicador letalidade violenta, que reúne homicídio doloso, roubo seguido de morte, lesão corporal seguido de morte e os autos de resistência, também recuou em relação a abril do ano passado.

 

Foram 593 vítimas contra 492, no mês passado. Na comparação trimestral, a redução foi de 19%. Seguindo a base de comparação, os crimes de latrocínio, roubos seguidos de morte, registraram queda de 27% no mês e de 45% no trimestre.

 

Os crimes contra o patrimônio, como roubos de cargas e de veículos, continuaram em queda. Em abril, foram 667 registros, o que representa redução de 25% frente igual mês do0 ano passado, praticamente o mesmo índice na comparação trimestral. Os roubos de veículos também caíram 19% no mês e 25% no trimestre.

 

Já os roubos de rua, que incluem roubo a pedestre, em coletivos e de aparelho celular, continuaram estáveis, na marca de mais de 11 mil ocorrências.

 

O ISP divulgou, ainda, balanço da quantidade de armas tiradas de circulação em todo o estado entre janeiro e abril. Foram quase três mil apreensões feitas pelas polícias civil e militar,  uma média de 24 armas de fogo por dia. Somente fuzis, foram 241, o que representa o recorde para o primeiro quadrimestre nos últimos 12 anos.

 

Os dados do Instituto de Segurança Pública têm como base os registros de ocorrência das delegacias de Polícia Civil ao longo do mês de abril.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique