Temer diz que aguardou decisão do STJ sobre habeas corpus com serenidade

02:44 Geral, Notícias 15/05/2019 - 19h45 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

O ex-presidente Michel Temer deixou a prisão no Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar, onde cumpria prisão preventiva, no começo da tarde desta quarta-feira (15).

 

Ele saiu em um carro particular, acompanhado pela guarda pessoal a que tem direito por ser ex-presidente.

 

Ao chegar em casa, Temer disse que aguardou com serenidade o julgamento do Superior Tribunal de Justiça que concedeu o habeas corpus

 

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça aprovou nessa terça-feira (14), por unanimidade, o pedido da defesa de Michel Temer para que ele possa responder em liberdade à acusação de desvios de verbas públicas nas obras da Usina de Angra 3.

 

O ex-presidente chegou em casa acompanhado pelo advogado, Eduardo Carnelós. Ele disse que não teme um novo pedido de prisão.

 

Quem também deixou a prisão foi o coronel João Baptista Lima, apontado pelo Ministério Público Federal como operador financeiro de Temer.

 

Tanto Temer quanto o Coronel Lima vão ter que cumprir algumas exigências estabelecidas pelo STJ, as chamadas medidas cautelares.

 

Eles não podem mudar de endereço, ter contato com outros investigados no processo e nem podem deixar o país. Os dois também precisam entregar os passaportes à Justiça.

 

Essa é a segunda vez que Michel Temer e Coronel Lima foram presos e depois liberados da prisão preventiva que foi determinada pelo juiz Marcelo Bretas e depois renovada pela juíza Jaqueline Figueiredo, ambos da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

 

A primeira vez foi em março, mas os dois foram liberados por uma decisão liminar do desembargador Ivan Athié do Tribunal Regional Federal da segunda região.


A decisão foi suspensa na semana passada e Temer e Coronel Lima retornaram à prisão. Em março, eles passaram quatro dias na cadeia. Agora, passaram seis dias.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique