Viva Maria: Assessora do Mamirauá fala do aniversário do instituto comemorado no Senado

09:48 Geral, Programetes 23/05/2019 - 19h47 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Viva Maria hoje se faz acompanhar do mais misterioso macaco da Amazônia. Falo de Cacajao calvus calvus! Esse é o nome científico do uacari-branco.

 

Por muito tempo foi considerado uma espécie de primata extinta. Mas, graças a uma pesquisa conduzida nos anos 80 pelo biólogo e naturalista José Márcio Ayres, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, que é uma das unidades científicas do Ministério da Ciência e Tecnologia, ele foi redescoberto.

 

Não por acaso, em 2008, uma nova espécie de uacari foi descoberta.

 

Dessa feita, uacari-preto, a espécie foi denominada de “Cacajao ayres” em homenagem póstuma ao pesquisador Márcio Ayres,

 

De lá pra cá, todo esse trabalho se desdobrou na criação da Reserva Mamirauá e também no Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, no Amazonas, que está comemorando seu vigésimo aniversário.

 

E o melhor dessa festa é que ela já está acontecendo. Aqui em Brasília, por exemplo, com uma exposição fotográfica na Galeria do Senado, infelizmente, por um breve espaço de tempo, já que termina nesta sexta-feira (24).

 

Mas, na próxima segunda-feira (27), às 10 h, haverá uma sessão especial no plenário da Casa em homenagem à excelência dessa organização, cujo conjunto da obra nos enche de orgulho. Mamirauá é Brasil. É Amazônia.

 

Eunice Venturi, assessora de imprensa do instituto, tem mais detalhes e nos honra com uma visita aos estúdios da nossa emissora. Seja muito bem-vinda!

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique