Ibama realiza operação em Mato Grosso contra caça e pesca ilegal

02:06 Geral, Notícias 11/06/2019 - 10h33 Brasília Embed

Sayonara Moreno

Dezoito tartarugas, meia tonelada de pescado e 14 canoas com motores foram apreendidos pelo Ibama, durante operação contra caça e pesca ilegal, no Vale do Araguaia, em Mato Grosso.

 

As apreensões ocorreram no fim de maio, mas foram divulgadas esta semana, pelo instituto, que realizou a operação na região de Novo Santo Antônio e Ribeirão Cascalheira.

 

Durante as ações, foram identificados, também, ranchos irregulares construídos em Áreas de Proteção Permanente, as APP e pousadas funcionando sem respeitar as leis ambientais. Cinquenta pessoas foram flagradas em atividades irregulares.

 

Foram recolhidos 224 quilos do peixe pirarucu, um dos maiores peixes de água doce do planeta.

 

Além dos peixes, foram apreendidos anzóis de galho, uma caminhonete, varas, redes de pesca – as chamadas tarrafas – redes e caixas térmicas.

 

Como resposta às irregularidades encontradas, os agentes ambientais aplicaram 28 autos de infração.

 

Segundo a organização civil de defesa ambiental, WWF Brasil, a espécie do peixe pirarucu pode chegar a 3 metros de comprimento e corre risco de extinção, devido à caça predatória, porque a reprodução do animal é insuficiente para repor a quantidade de pirarucus pescados de forma irregular.

 

Em 2004, o Ibama chegou a proibir a pesca dessa espécie em alguns meses do ano e restringiu o tamanho do animal que podia ser pescado para comercialização.

 

As dezoito tartarugas, também apreendidas, foram devolvidas à natureza e o pescado, já morto, doado para projetos sociais em Novo Santo Antônio, em Barra do Garças e aldeias indígenas: tudo no estado do Mato Grosso.

 

A operação Rios Federais 2 foi deflagrada por agentes do Ibama, da Secretaria do Meio Ambiente, e a Polícia Militar do Estado, nas Unidades de Conservação Parque Estadual do Araguaia e Reserva de Vida Silvestre Quelônios do Araguaia, além da Terra Indígena Xavante.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique