Justiça no Amazonas suspende pagamento de contas de energia por moradores de Codajás

02:03 Geral, Notícias 30/07/2019 - 15h49 Brasília Embed

Michelle Moreira

A Justiça suspendeu  pagamento de contas de energia elétrica de moradores de Codajás até que o fornecimento do serviço seja totalmente restabelecido na cidade.

 

Segundo o juiz autor da decisão, Geidson Lima, a medida é extrema, mas necessária por causa dos problemas ocorridos pela falta e interrupção de energia em diversas áreas. Entre elas, saúde e educação.

 

A cidade fica a 240 quilômetros da capital, Manaus, e tem uma população de cerca de 25 mil habitantes.

 

A sentença destaca ainda que outras duas decisões judiciais - dentro do mesmo processo - não foram suficientes para a regularizar o serviço à população.

 

Em uma delas, a empresa descumpriu liminar que determinava a normalização do fornecimento de energia no prazo de 24 horas sob pena de multa de R$100 mil pelo descumprimento, bem como R$10 mil por cada hora de suspensão do fornecimento.

 

Sobre a decisão que suspendeu o pagamento das contas de energia, a Amazonas Energia informou, por meio de nota, que até o momento não foi notificada.


Na semana passada, cerca de 200 mil moradores das cidades amazonenses de Iranduba e Manacapuru ficaram por volta de sete dias sem energia. O abastecimento de água também ficou prejudicado já que as bombas dependem de energia para funcionar.

 

A Amazonas Energia alegou que o problema foi causado pela ruptura de um cabo de transmissão subaquático. Geradores e usinas foram instalados nos dois municípios para garantir a retomada do fornecimento.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique