Mato Grosso inicia temporada de proibição de queimadas em zona rural; 7 mil focos foram registrados

02:20 Geral, Notícias 16/07/2019 - 09h25 Brasília Embed

Juliana Cézar Nunes

O governo de Mato Grosso lançou nessa segunda-feira (15) a etapa de resposta da temporada de incêndios florestais de 2019.

 

A ação envolve a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, o Comitê Estadual de Gestão do Fogo e o Corpo de Bombeiros Militar.

 

A campanha marca o início do período proibitivo das queimadas em zona rural, que devido à estiagem se estende até o dia 15 de setembro.

 

Serão investidos aproximadamente R$ 8,5 milhões nas ações de prevenção e combate aos focos de calor.

 

Também foi ativado nessa segunda-feira (15) o Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional de Mato Grosso. O objetivo do centro é integrar as ações de monitoramento, prevenção, preparação e resposta rápida aos incêndios florestais.

 

O Mato Grosso possui o maior número de focos de incêndio do país.

 

Só este ano foram identificados cerca de 7 mil focos de calor ou incêndio florestais no estado.

 

O Coronel Bombeiro Paulo André Barroso, secretário-executivo do Comitê Estadual de Gestão do Fogo, ressalta que esse número representa um aumento de 71% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Sonora: “Com certeza isso está diretamente ligado com a condição climática. Nós estamos passando por uma seca um pouco mais severa do que o ano passado, em razão do começo do ano uma influência do fenômeno El Niño e isso refletiu agora, nesse período.”

 

As queimadas durante o período proibitivo são consideradas crime.

 

O infrator pode ser conduzido para delegacia e pagar uma multa que varia entre R$1 mil e R$ 7,5 mil por hectare. 

 

Para combater os incêndios tanto na área urbana, quanto na rural, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo telefone 193.

 

As denúncias de queimada ilegal na zona rural podem ser feitas para a Secretaria Estadual de Meio Ambiente por meio do telefone 0800 65 3838. Repetindo 0800 65 3838.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique