Polícia localiza cemitério clandestino usado por milícia no Rio

01:14 Geral, Notícias 21/07/2019 - 14h50 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense localizou um cemitério clandestino da milícia na área rural de Queimados, na Baixada Fluminense, na sexta-feira (19).

 

Dois corpos foram encontrados em um poço artesiano em um sítio abandonado. As vítimas teriam sido assassinadas dentro de um carro, encontrado também na sexta. 


Segundo as investigações, os mortos foram vítimas do grupo criminoso Caçadores de Ganso, que atua na região e foi alvo da Operação Hunter, realizada em conjunto com o Ministério Público estadual, na última quinta-feira, dia 18.

 

A ação teve como objetivo cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra integrantes da milícia que domina os condomínios do programa Minha Casa, Minha Vida. Até o momento, 26 pessoas foram presas, entre elas o vereador e ex-secretário de Defesa Civil Davi Brasil Caetano.

 

O vereador, do partido Avante, é considerado, pelo Ministério Público estadual, líder da milícia que age na região, principalmente em três condomínios do Minha Casa, Minha Vida. O parlamentar, preso na ação, também é policial militar reformado e foi investigado em 2017 pelo Ministério Público.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique