Professor de capoeira é condenado a mais de 90 anos de prisão por estupro de crianças

01:18 Geral, Notícias 05/07/2019 - 16h29 São Paulo Embed

Nelson Lin

Um professor de capoeira foi condenado a mais de 90 anos de prisão por estupro de menores e divulgação de material pornográfico na chamada deepweb, a camada de difícil acesso da internet.

 

A investigação, que levou à condenação, envolveu a polícia australiana, a Polícia Federal e a Interpol.

 

Pedro Henrique Barbosa foi denunciado em 2017 pelo Ministério Público Federal a partir do resultado da operação Mestre Impuro, quando a polícia australiana localizou fotos dele cometendo abuso sexual contra crianças em fóruns da internet.

 

A partir daí, a polícia passou a cruzar imagens das redes sociais de Pedro com o material ilícito em que ele aparecia e conseguiu identificar roupas e móveis idênticos em suas redes sociais e no material apreendido na deepweb.

 

O condenado era professor de música e capoeira das crianças vítimas da violência.

 

Ele foi condenado por abuso de 2 crianças e pelos crimes de produção e distribuição de pornografia infantil pela justiça de São Paulo, mas foi absolvido do crime de posse de material de pornografia.

 

No entendimento do tribunal, esse delito foi absorvido pela condenação do crime de distribuição.

 

O Ministério Público Federal já declarou que vai recorrer da absolvição, para aumentar a pena dele.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique