Termina à meia-noite prisão temporária de hackers suspeitos de invasão de celulares de autoridades

01:36 Geral, Notícias 01/08/2019 - 18h35 Brasília Embed

Dayana Vítor

Termina a meia-noite desta quinta-feira, o prazo da segunda prisão temporária dos hackers Danilo Cristiano Marques, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto, detidos há dez dias.

 

Eles estão presos na Polícia Federal, aqui em Brasília, investigados pela suposta invasão de celulares de autoridades, como o ministro da Justiça Sérgio Moro e o presidente Jair Bolsonaro. A polícia pode pedir a qualquer momento que a Justiça Federal converta a detenção temporária dos quatro suspeitos em preventiva, por tempo indeterminado.

 

Na quarta-feira, um dos suspeitos, Danilo Cristiano, quase foi solto após a Polícia Federal pedir ao juiz da 10ª Vara Federal de Brasília, Vallisney de Oliveira, a liberdade. No entanto, após o pedido, os delegados responsáveis pelo caso receberam novas informações e voltaram atrás, pedindo que a prisão fosse mantida.

 

Entre os novos dados, a polícia descobriu intensa troca de mensagens entre Danilo e Walter Delgatti, que já confessou ser o autor do vazamento de supostas conversas de autoridades ao site The Intercept. Segundo a Polícia Federal, esses diálogos demonstram que Danilo pode ter participado de fraudes bancárias junto com outras pessoas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique