Estudo do Ipea revela recuo no desemprego

03:11 Geral, Notícias 18/09/2019 - 18h50 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que o mercado de trabalho vem apresentando melhora, principalmente no que se refere ao crescimento do pessoal ocupado. A recuperação se deu em todas as faixas etárias, com destaque para os mais jovens. Entre eles, o desemprego passou de 26,6% em 2018 para 25,8% esse ano. O dado faz parte da carta conjuntura do Ipea, que tem como base dados da Pesquisa por Amostra de Domicílios Continua, do IBGE, e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

A técnica de planejamento e pesquisa do Ipea, Maria Andréia Parente, explica que a expansão de 1,7% da ocupação no segundo trimestre deste ano foi a principal responsável por esse resultado entre os trabalhadores mais jovens.

 

Apesar do recuo na taxa de desocupados, o rendimento mostra um comportamento menos favorável. A remuneração média apresentou queda de 0,2% no segundo trimestre deste ano, em comparação com igual período de 2018. Segundo o estudo, essa redução está relacionada ao avanço da informalidade.

 

Para as famílias de renda mais baixa a redução no rendimento ficou em 1,4% nessa mesma base de comparação. Por outro lado, o segmento mais rico da população registrou alta salarial de 1,5%, o que evidencia um aprofundamento da desigualdade.

 

A diferença salarial entre os mais ricos e os mais pobres se explica, segundo Maria Andréia Parente, por um aumento da inflação mais intensa para as classes de renda mais baixa. Essa parcela da população sofreu maior impacto, por exemplo, com os reajustes de energia elétrica, tarifas de ônibus e dos medicamentos no período analisado.

 

O estudo revela, ainda com base nos dados da Pnad, que após iniciar o ano com uma taxa de 12,7%, o desemprego vem recuando gradativamente e, no último trimestre móvel, encerrado em julho, a taxa já estava em 11,8 %.

 

Ainda de acordo com a técnica de planejamento e pesquisa do Ipea, Maria Andréia Parente, a expectativa para o próximo trimestre é de melhora contínua no nível de ocupação da população brasileira.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique