Gilmar Mendes suspende prisões de Garotinho e Rosinha Matheus

01:38 Geral, Notícias 31/10/2019 - 20h50 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes suspendeu, nessa quinta-feira, a ordem de prisão dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. A decisão é liminar e determina que, para ficar em liberdade, o casal cumpra três regras.


Garotinho e Rosinha estão proibidos de terem contato, inclusive por telefone, com testemunhas e outros réus que respondem ao mesmo processo que eles. Terão de entregar os passaportes e só podem sair do país se tiverem autorização da Justiça.

 

Os ex-governadores também precisam se apresentar ao juiz uma vez por mês, para confirmar que continuam morando no mesmo endereço. 


O habeas corpus que mantinha Garotinho e Rosinha em liberdade foi cassado na terça-feira e, nessa quarta, eles foram presos, por determinação da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio.

 

O casal responde por fraudes em contratos celebrados entre a prefeitura de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, e a construtora Odebrecht para a construção de casas populares.

 

Os crimes teriam ocorrido durante o mandato de Rosinha como prefeita da cidade, de 2009 até 2016. De acordo com a defesa, a prisão é ilegal e arbitrária, pautada apenas em suposições genéricas sobre fatos passados.


Anthony Garotinho foi governador do Rio de Janeiro entre os anos de 1999 e 2002. Já Rosinha Matheus governou o estado de 2003 a 2006.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique