Apesar de redução no número de homicídios no DF, governo alerta para casos de feminicídio

02:10 Geral, Notícias 05/11/2019 - 15h27 Brasília Embed

Sayonara Moreno

O Distrito Federal apresentou o menor número de homicídios no mês de outubro, deste ano, desde o ano 2000.

 

Na época, foram registradas 40 mortes em outubro e, de lá para cá, os números oscilavam a cada ano, chegando a 74 assassinatos, em 2009.

 

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do DF, que registrou, neste último outubro, 35 homicídios, enquanto o mesmo mês do ano passado teve 48. 

 

Nos dez primeiros meses deste ano, 334 pessoas foram assassinadas, no DF: 13% a menos que o mesmo intervalo do ano passado. 

 

Junto com os casos de homicídio, houve uma redução, também, nos chamados crimes violentos letais intencionais, que são homicídio, feminicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e lesão corporal seguida de morte. Até outubro deste ano, foram 359 contra 417 casos no mesmo período do ano passado. 

 

Mas,  a Secretaria de Segurança Pública continua preocupada com os casos de feminicídio no DF, ainda que este ano foram dois a menos que os 10 primeiros meses do ano passado: caíram de 27 para 25. Justamente por isso, a secretaria de segurança pública mantém a campanha contra esse tipo de crime, com a hastag #metaacolher.

 

A ideia é alertar a população sobre a importância da denúncia, mesmo que seja em outra família, porque toda a comunidade é responsável, se fizer vista grossa a casos em que uma mulher é vítima de violência doméstica.

 

Outro tipo de crime, o estupro, também teve redução de 15% até outubro deste ano, se comparado com os dez primeiros meses do ano passado.

 

Este ano, foram 524 casos de estupro e mais de 300 dele, contra vulnerável, em crianças menores de 14 anos. E outra parte preocupante nesse cenário é que 80% desses casos, foram dentro da casa das vítimas.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique