MPF recomenda que Polícia Federal no Amazonas amplie depósito de bens apreendidos

01:30 Geral, Notícias 11/11/2019 - 13h25 Brasília Embed

Maíra Heinen

O Ministério Público Federal no Amazonas recomendou à Polícia Federal a ampliação e modernização do depósito de bens apreendidos da Superintendência Regional no Amazonas.


De acordo com o MPF há excesso de objetos e falta de espaço no local. Além disso, foram identificados problemas na estrutura física, que oferecem riscos à segurança das pessoas e do patrimônio; problemas de organização; e execução dos procedimentos que envolvem a perícia, a análise, o registro e a destinação das apreensões.


A intenção do Ministério Público é que a Diretoria Geral da Polícia Federal garanta no orçamento de 2020 recursos financeiros para ampliar e modernizar o depósito de bens apreendidos da Superintendência no Amazonas.

 

Se não for possível previsão no orçamento, a indicação é que recursos financeiros não utilizados em outras obras sejam remanejados para esse fim.

 

A recomendação deu prazo de 20 dias para que a Polícia Federal informe sobre o acatamento das medidas.

 

Em 2009, o interior da Superintendência sofreu uma explosão causada por bombas periciadas que não foram devidamente destruídas. A falta de segurança para manipular as bombas no local e as condições das instalações foram algumas das causas do acidente que resultou na morte de três peritos da Polícia Federal.

 

A Superintendência da Polícia Federal no Amazonas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique