Busca por turista desaparecido na Chapada não tem data para terminar

02:04 Geral, Notícias 12/12/2019 - 14h13 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

As buscas pelo turista Jacob Vilar Santana, que desapareceu no Vale da Lua, em Alto Paraíso, no entorno de Brasília, entraram no décimo primeiro dia. Mais que quinze quilômetros do rio já foram vasculhados e até agora só foi encontrado o colete que o turista usava.

 

O acidente ocorreu no dia primeiro de dezembro, quando Jacob e a namorada Jéssica Carmelo Zafalon, nadavam numa corredeira quando foram surpreendidos por uma cabeça d’água – também conhecido como tromba d’água – que fez com que o nível do rio subisse repentinamente.

 

O Corpo de Bombeiros Militares de Goiás iniciou as buscas; e, em seguida, a operação passou a contar também com o apoio de Bombeiros de Brasília que enviaram também um helicóptero e cães farejadores de Luziânia. Também estão sendo utilizados brigadistas, mergulhadores e um drone.

 

O Tenente Coronel Bombeiro Paulo Santos, que está a frente da equipe, disse que a operação não tem data para terminar. Ele conta que a região é muito perigosa. Este é o terceiro caso de desaparecimento na região nos últimos dois meses.

 

No dia vinte e cinco de novembro, Matheus Santos da Silva, morador de Brasília, caminhava por uma trilha no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, quando desapareceu. O corpo do jovem foi encontrado em um aérea proibida para banho.

 

No final de outubro cinco turistas também desapareceram na região. A intenção do grupo era conhecer a Cachoeira do Dragão. Logo depois, eles foram encontrados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique