Dia de Combate à Pirataria: até medicamentos para câncer e implantes são falsificados

02:25 Geral, Notícias 03/12/2019 - 18h50 Brasília Embed

Renata Martins

Equipamentos médicos contrabandeados, implantes dentários e até medicamentos falsificados utilizados em pacientes com câncer foram apreendidos pela Anvisa em 2019.


O Coordenador de Segurança Institucional da Agência, Marcel Figueira, afirma que além de mais danoso, esse tipo de falsificação é mais difícil de ser identificado pelo consumidor.


“É muito diferente de você adquirir um tênis falso ou um produto pirata, um CD. O consumidor na maioria das vezes não conhece o produto que está sendo utilizado, e acaba sendo vítima dos falsificadores e de quem adquiri esses produtos e repassa ao consumidor. Por exemplo: nós fizemos a apreensão de 323 mil unidades de produtos e componentes dentários falsos que iriam ser implantados em pacientes”.


O coordenador de segurança da Anvisa recomenda alguns cuidados, como comprar os produtos em farmácias e drogarias, evitar comprar medicamentos na internet. No caso de próteses, a recomendação é exigir do profissional de saúde a origem do produto e a nota fiscal.


Nesta terça-feira, a Anvisa foi uma das homenageadas pelo Ministério da Justiça como um dos “Destaques do Ano no Combate à Pirataria e aos delitos correlatos”.


Durante a solenidade, o ministro Sérgio Moro avaliou as ações da área e lembrou que o trabalho de combate à pirataria representa hoje desafios maiores que no passado.


“Ano passado nós estávamos preocupados, muitas vezes, em coibir o contrabando de CDs e DVDs piratas, e hoje em dia tem um acompanhamento diferente. Essas violações de direito autorais são disponibilizadas através de meios muito mais avançados. Nós vimos também crescera realização de operações em áreas de fronteira, com apreensão e desmantelamento de quadrilhas de contrabando”.


Entre as ações, Moro destacou operação realizada em novembro, que mirou esquema internacional de pirataria digital. Os alvos da investigação são suspeitos de operar 210 sites que faziam transmissões ilegalmente, além de 100 aplicativos de streaming.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique