Operação da Polícia Federal mira suspeitas de desvios em órgãos públicos de Rondônia

02:19 Geral, Notícias 05/12/2019 - 21h32 Brasília Embed

Bianca Paiva

A operação Feldberg, da Polícia Federal, foi deflagrada nesta quinta-feira em cinco cidades de Rondônia visando desarticular organizações criminosas com a participação de servidores de diversos órgãos públicos do estado.


Cerca de 200 policiais cumpriram 11 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 10 de suspensão do exercício da função pública e 52 mandados de busca e apreensão.


O Tribunal de Justiça de Rondônia determinou ainda o bloqueio de contas bancárias e bens dos investigados, além do sequestro de imóveis e veículos, que somados podem chegar a quase R$ 500 milhões.


As investigações foram feitas em conjunto com o Ministério Público do estado. De acordo com a Polícia Federal, foram identificadas, por exemplo, irregularidades no alto escalão da Assembleia Legislativa de Rondônia para eleição da presidência. Uma prática ilícita conhecida como “rachadinha” também foi descoberta. Assessores fantasmas ou funcionários repassavam todo mês parte de seus vencimentos para as contas bancárias de investigados.


Outro esquema criminoso investigado envolve a Idaron, Agência de Defesa Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia. Tratam-se de falcatruas em operações de gado com a participação de pecuaristas, donos de frigoríficos, além de servidores públicos, com a finalidade de sonegação fiscal e fraudes em financiamento rural, além da grilagem de terras em áreas de conservação.


Os acusados poderão responder pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro, falsificação de documento público, dentre outros.


O Governo de Rondônia informou que não vai se manifestar sobre a operação Feldberg, da Polícia Federal. A reportagem solicitou um posicionamento da Assembleia Legislativa do estado, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique