Retrospectiva 2019: confira alguns fatos que marcaram o mês de junho

04:09 Geral, Especiais 26/12/2019 - 21h15 Brasília Embed

Apresentação de Adalto Gouvêia

- Em junho, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu criminalizar a homofobia como forma de racismo.

 

- A Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), absolveu Adélio Bispo de Oliveira, autor do ataque a faca contra o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral do ano passado. A decisão aconteceu depois do processo criminal que considerou que Adélio é inimputável porque apresenta transtorno mental.

 

- O celular do ministro da Justiça, Sergio Moro, sofreu tentativa de invasão. A Polícia Federal (PF) investigou o crime e descobriu que outras autoridades também tiveram o celular hackeado.

 

- No Sudeste Asiático, milhares de pessoas ocuparam as ruas na região central de Hong Kong para protestar contra um projeto de lei que permite que suspeitos de crimes sejam extraditados para a China continental.

 

- Os organizadores afirmaram que houve a participação de mais de 1 milhão de pessoas. Manifestantes ficaram feridos após os confrontos com a polícia.

 

- A então primeira-ministra britânica Theresa May renunciou ao cargo depois que o Parlamento rejeitou repetidamente o acordo de retirada da União Europeia, que ela acertou com o bloco europeu.

 

- No esporte, a França sediou a Copa Feminina 2019. Ao todo 24 equipes disputaram a taça.  As francesas eliminaram a seleção brasileira nas oitavas de final. Mas deu tempo de a atacante brasileira Marta entrar para história. A camisa 10 do Brasil se tornou a maior goleadora na história das Copas do Mundo, superando o atacante alemão, Miroslav Klose. Marta agora soma 17 gols contra 16 do alemão. Os Estados Unidos venceram a Holanda na final. Com a vitória, as americanas se tornaram tetracampeãs.

 

- Já no futebol masculino, o Brasil sediou e venceu a Copa América 2019. Doze equipes disputaram a taça, com o Japão e o Catar jogando como seleções convidadas. O Brasil ganhou da Argentina na semi-final e conquistou o 9º título continental, ao vencer o Peru por 3 a 1 na final. O jogador Daniel Alves levou o prêmio Bola de Ouro. Everton (Cebolinha) ficou com o prêmio Chuteira de Ouro e o goleiro Alisson, Luva de Ouro.

 

- O cantor Sergio Augusto Bustamente, o eterno roqueiro brasileiro Serguei, morreu aos 85 anos. Ele sofria de Alzheimer e estava internado em um hospital, em Volta Redonda (RJ). Serguei contava façanhas, como a de ter assistido ao lendário festival de rock em Woodstock, nos Estados Unidos, em 1969, e de ter vivido um caso de amor com a cantora americana de blues Janis Joplin.

 

- Quem também partiu foi o cineasta italiano Franco Zeffirelli, aos 96 anos, em Roma. Zeffirelli se tornou conhecido por suas visões românticas no cinema, opulentas produções de ópera e adaptações de peças de Shakespeare no teatro.

 

 

 

Confira aqui a retrospectiva de todo o ano de 2019.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique