Brasil encerrou 2019 com 1.054 pessoas resgatadas de situações análogas de trabalho escravo

01:07 Geral, Notícias 29/01/2020 - 09h48 Brasília Embed

Apresentação de Dilson Santa Fé

O Brasil encerrou o ano de 2019 com mil e  54 pessoas resgatadas de situações análogas de trabalho escravo, resultado da fiscalização de 267 estabelecimentos.


Os dados estão na última atualização do Radar da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho  da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

 

No total, houve a caracterização da existência de trabalho análogo ao de escravo em 111 estabelecimentos.

 

Como resultado direto, os trabalhadores resgatados receberam cerca de  de R$ 4 milhões de reais em verbas salariais e rescisórias e 915 contratos de trabalho foram regularizados.

 

A divulgação dos dados atualizados de 2019 nesta semana ocorre para marcar o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, que ocorre todo 28 de janeiro.

 

A data homenageia os auditores-fiscais do Trabalho mortos em 28 de janeiro de 2004 quando se deslocavam para uma inspeção em fazendas da região de Unaí , em Minas Gerais.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique