Corpo de Bombeiros em BH alerta população para solo encharcado; chuva deixa 12 mortos

02:34 Geral, Notícias 25/01/2020 - 11h16 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

Subiu para 12 o número de mortos em decorrência das chuvas em Minas Gerais.

 

Até o momento, segundo a Defesa Civil, além dessas sete pessoas que morreram vítimas de deslizamentos ou desabamentos, são registrados mais de 3.3 mil desabrigados ou desalojados, além de 16 desaparecidos e sete feridos em 36 cidades do estado afetadas pelas chuvas.

 

Em entrevista neste sábado (25), o comandante do corpo de bombeiros, Coronel Estevão, informou que as mortes ocorreram na região de Belo Horizonte, Betim e Ibirité.

 

Ele ressaltou que todas as equipes e veículos estão trabalhando, mas que é preciso que a população ainda tenha cuidado.

 

As chuvas só devem começar a dar uma trégua na região no domingo (26).

 

De quinta (23) para sexta-feira (24), bateu um recorde: superou os 171 milímetros – o maior volume desde o início das medições, em 1910.

 

Além da região metropolitana de BH, cidades com Ouro Preto, Congonhas, Muriaé e Brumadinho sofrem com os temporais e enfrentam riscos de deslizamentos e inundações.

 

A defesa civil nacional entrou em estágio de alerta máximo por conta das tempestades não só no Sudeste, mas no Centro Oeste também.

 

A previsão é de chuvas intensas no Espírito Santo, onde diversos municípios já decretaram estado de calamidade pública, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal.

 

* Matéria alterada às 13h24 para atualização do número de mortos, que subiu para 12. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique