Defesa Civil decreta calamidade no ES e alerta para tempestades em MG, RJ, GO e DF

03:13 Geral, Notícias 22/01/2020 - 12h00 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

Defesa Civil decreta estado de calamidade em municípios capixabas e emite novo alerta de tempestades para Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal.

 

A Defesa Civil Nacional publicou, no Diário Oficial da União desta quarta-feira (22), o reconhecimento do estado de calamidade pública para quatro municípios do Espírito Santo. São eles: Alfredo Chaves, Iconha, Rio Novo do Sul e Vargem Alta.

 

Com o decreto, esses locais podem receber recursos federais para ações de socorro, assistência e reconstrução de estruturas públicas. O reconhecimento da calamidade foi publicado cinco dias após o início das fortes chuvas que ainda atingem o sul do Espírito Santo, e que já levaram a morte de 7 pessoas, deixando mais 2,2 mil desabrigadas ou desalojadas.

 

A moradora de Iconha Marluce da Silva, de 56 anos, viu sua casa desabar. Por sorte, ela conseguiu subir o morro próximo à casa, onde passou a noite antes de poder reencontrar a família.

 

Sonora: "Porque foi uma questão de segundos. Quando passou avisando era pra gente correr pro morro. Então, eu fiquei alojada dentro do mato até baixar a água. Fiquei assim a noite toda, porque tinha mais de 6 a 7 metros de água. Eu consegui descer com lama até o pescoço, só no sábado, duas horas da tarde. A cidade acabou, não tem hospital, não tem mais comércio, não tem padaria, não tem farmácia. Acabou, filha. Acabou."

 

O coordenador da Defesa Civil do estado, coronel André Có, ressalta que a concentração populacional nos centros dos municípios favorece esse tipo de desastre.

 

Sonora: "Um outro fator importante é a falta de fiscalização de uso do solo. Tem muita residências à beria do rio, muitas residências em encostas, muita residência construída de forma que não leva em conta os aspectos de engenharia. Então, foi um volume muito grande, em um espaço curto, ocasionando um colapso na estrutura e nos serviços essenciais: luz, água, telefonia. E o comércio acabou, de Iconha."

 

Iconha foi o município mais prejudicado pelas tempestades. E ainda há risco de mais chuvas para os próximos dias. A Defesa Civil orienta as pessoas que moram em áreas de risco ou locais que já tenham ocorrido desastres no passado, a procurar as defesas civis para conhecer as rotas de fuga e pontos seguros para casos de inundações ou deslizamentos.

 

A Defesa Civil Nacional divulgou alerta de novas tempestades para os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e o Distrito Federal.

 

A previsão é de que as chuvas comecem nesta quarta-feira e prossigam até o final de semana. Segundo a previsão, pode chover de 150 a 400 milímetros nesses locais. Quantidade suficiente, segundo a Defesa Civil, para ocorrer inundações, enxurradas, alagamentos e deslizamentos de terra.

 

Os locais com maior probabilidade de desastre são a região metropolitana de Belo Horizonte, a Zona da Mata mineira, e o estado do Espírito Santo. 

 

 

* Matéria atualizada às 15h44 para acréscimo de entrevista com moradora de Iconha que está desabrigada.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique