Dia de São Sebastião e Oxóssi movimenta templos católicos e de matriz africana no Rio

02:39 Geral, Notícias 20/01/2020 - 10h15 Rio de Janeiro Embed

Raquel Júnia

O dia do padroeiro do Rio de Janeiro será cheio de comemorações pela cidade. Na Igreja dos Capuchinhos, na Tijuca, ao longo de todo o dia estão previstas 14 celebrações, além da tradicional procissão de São Sebastião.

 

A primeira missa foi rezada às 5h da manhã na basílica que tem o nome do santo. E às 10h a celebração solene com o arcebispo do Rio Dom Orani Tempesta. A procissão sairá às 16h até a catedral metropolitana, no centro da cidade, onde será celebrada mais uma missa solene às 19h e, depois, a procissão de retorno da imagem para a basílica, na Tijuca.

 

O dia é também de homenagens para os praticantes de religiões de matriz africana. Em diversos templos e casas, é dia de celebração à Oxóssi, o orixá que faz sincretismo com São Sebastião no Rio.

 

Oxóssi é considerado o rei das matas, das caças e da fartura. São Sebastião era um soldado do Império Romano que se converteu ao cristianismo e foi martirizado duas vezes por conta da sua fé. Em uma delas, a qual teria sobrevivido, seus algozes o atingiram à flechadas, por isso a imagem reproduz as flechas usadas contra o soldado. O orixá Oxossi também possui a flecha como um de seus símbolos.

 

A imagem do santo que é guardada pelos frades capuchinhos no Rio e é carregada a cada procissão do dia 20 de janeiro, segundo a história, foi trazida para a cidade por Estácio de Sá, o militar português que fundou a cidade em 1565. Estácio, como devoção, atrelou ao santo o nome da localidade que estava fundando: cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

 

Várias vias estão interditadas para as celebrações religiosas deste 20 de janeiro. No centro, a Avenida Chile está fechada nos dois sentidos para garantir o melhor acesso dos fiéis à catedral metropolitana, assim como a avenida Almirante Barroso entre a Graça Aranha e a Senador Dantas. A interdição vai até uma hora da manhã desta terça-feira (21).

 

Na Tijuca, a partir das 15h30 ficam interditadas a Rua Haddock Lobo, a Travessa Rio Comprido e a rua Aristides Lobo, até o final da procissão. No decorrer da caminhada de ida e volta, outras vias serão interditadas e posteriormente liberadas. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, operadores de tráfego da CET-Rio estarão orientando os motoristas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique