Listar sonhos ainda é o melhor caminho para concretizar desejos em 2020

04:24 Geral, Notícias 01/01/2020 - 07h30 Brasília Embed

Renata Martins

Primeiro de janeiro de 2020. Para alguns apenas mais um dia, um feriado, uma quinta-feira. Para outros, o dia 1º dos 365 que nosso pequeno planeta demora para dar uma única voltinha no sol, pode ser marco para iniciar algo novo, tomar decisões, fazer diferente, enumerar sonhos.

 

Nesta hora, a boa e velha listinha pode ajudar a concretizar os desejos.

 

Para a neuropsicóloga Keli Rodrigues, estabelecer metas ajuda o cérebro. É como desenhar um trilho que deve ser seguido.

 

“É como se a gente dissesse para o nosso cérebro: “você tem que fazer isso.” E ele começa a trabalhar em função do que você determinou pra ele. Eu posso fracionar esses meus sonhos porque o cérebro não faz grandes cálculos de abstração. Vamos imaginar assim, um ano, você olha no topo da montanha.”

 

A neuropsicóloga destaca ainda que quanto mais específica for a meta, maior a capacidade do cérebro de trabalhar nela. Por isso, também é importante definir datas, colocar prazos.

 

A publicitária Ingrid Dias, de 29 anos, tinha um amor e um sonho: fazer a festa de casamento. Realizou em 2019. Como dica, ela sugere nunca perder a meta de vista.

 

“Uma coisa que tenho aprendido muito, principalmente depois do casamento, é a gente focar na meta, não esquecer dela, porque se a gente deixa que a correria do dia a dia faça com que a gente esqueça, vai chegar o fim do ano e a gente não conquistou. Então, o casamento por ter uma data marcada, a gente acaba ficando sempre com ele ali, lembrando. Mas mesmo assim a gente não pode deixar de se ajustar financeiramente, deixar de se organizar internamente, se organizar junto com a família.”

 

Keli Rodrigues relata que é comum no consultório pessoas chegarem perdidas com relação aos objetivos de vida, com aquela falta de propósito, tão comuns em processos depressivos e de ansiedade. Segundo ela, estabelecer metas pode ser um excelente remédio.

 

“Ajuda muito, tanto a não adoecer ou as pessoas que já adoeceram. Porque quando elas definem um sonho, quando a gente está trabalhando por um sonho, a gente entra em contato com uma possibilidade de uma vida muito mais significativa. E aí tanto a depressão, a ansiedade, as angústias que a gente vive no dia a dia elas vão sendo dirimidas porque a gente vai vendo as coisas se realizarem em pequenos passos que gente definiu.”

 

Pergunto a neuropsicóloga sobre o risco de frustração para quem estipula metas muito difíceis. A resposta pode alterar muita lista de fim de ano já preparada.

 

“A gente pode achar que ela pode levar uma angústia muito grande, porque eu olho para aquilo e acho que nunca vou alcançar. Mas aí eu te pergunto: quais os sonhos não são realizáveis? Uma pessoa motivada é capaz de realizar coisas inimagináveis. Eu acho que a capacidade humana é inesgotável. É só a gente olhar para a humanidade. As coisas que a humanidade realizou, muitas delas, se a gente der passos atrás, pra outras gerações, elas eram impensáveis.”

 

Sendo assim, fica aqui um pedido da repórter: inclua na sua lista ajudar pessoas, melhorar a sua vida e dos outros, deixar o mundo melhor.

 

*Com produção de Marcela Rabelo.

** O áudio foi substituído às 11h30 para correção de informação: em vez de quinta-feira, como estava antes, o correto é quarta-feira o dia da semana referente a 1º de janeiro de 2020.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique