Mulher com os 4 membros amputados tem benefício negado pelo INSS por ultrapassar renda de R$ 259

01:13 Geral, Notícias 23/01/2020 - 18h18 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Em Porto Velho, capital de Rondônia, o INSS negou a Cleomar Marques Filgueira o BPC, Benefício de Prestação Continuada. Ela fez a solicitação após sofrer uma infecção generalizada e ter que amputar os quatro membros.

 

De acordo com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS, o benefício não pôde ser concedido porque a renda familiar de Cleomar seria superior a R$ 259 por pessoa. O valor extrapola o limite determinado por lei para a concessão do amparo.

 

O instituto afirma que ela não apresentou nenhum recurso no prazo de 30 dias após a negativa.

 

Ainda segundo o INSS, Cleomar tem uma representante legal, autorizada pela Justiça a assinar documentos por ela. Se Cleomar quiser solicitar o benefício novamente, precisa estar em dia com o CadÚnico, Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, e comprovar estar na faixa de renda que autorize o pagamento.

 

Por uma rede social, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, prometeu ir atrás de Cleomar nessa quinta-feira. Damares mobilizou a Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência para ter detalhes sobre o caso.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique