Foliões precisam tomar cuidado com alimentação durante o Carnaval; ouça dicas

02:21 Geral, Notícias 18/02/2020 - 19h14 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

O Carnaval já está espalhado por todo o país. Mas durante a maior festa popular é necessário tomar alguns cuidados para garantir que a folia não termine antes da hora. Um dos mais importantes é evitar doenças causadas pela ingestão de alimentos ou água contaminados.


A presidente do Conselho Regional de Nutrição da Quarta Região, Manuela Dolinsky, recomenda que o folião evite comer na rua e indica quais alimentos apresentam os menores riscos de contaminação.


“Frutas oleaginosas e secas seriam excelentes. São fáceis de acondicionar, são leves, não têm o risco de contaminação e são super saborosas. As castanhas de uma forma geral, as passas e outras frutas desidratadas e ressecadas podem ser uma excelente opção de lanche para carregar nos blocos de carnaval”.


Caso as refeições fora de casa sejam inevitáveis, a principal recomendação é lavar bem as mãos antes de comer. O folião também deve observar se os alimentos que vai consumir estão armazenados de forma adequada, em recipientes tampados e separados, medida que previne a contaminação cruzada. Isso porque produtos como carnes, peixes e verduras podem conter micróbios perigosos e transferi-los para outros alimentos durante o preparo.


Também é recomendável evitar alimentos mal cozidos e preparações culinárias que contenham ovos, como maionese.


Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil são notificados em média, por ano, 700 surtos de doenças transmitidas por alimentos, com 13 mil doentes e dez óbitos. A maioria das doenças é causada por bactérias, mas também há surtos provocados por vírus e substâncias químicas.


Os sintomas mais comuns dessas doenças são: náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique