Venezuela é suspensa do Mercosul; chanceler protesta contra decisão

01:08 Internacional, Notícias 02/12/2016 - 09h42 Paris Embed

Augusto Pinheiro, da Rádio França Internacional

Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai decidiram ontem (1º) suspender a Venezuela do Mercosul. O motivo é o descumprimento de obrigações assumidos quando o país se incorporou ao bloco em 2012.

 

A notificação deve ser entregue hoje (2) ao governo de Nicolás Maduro. Até a última quarta-feira (30), havia 238 normas pendentes entre as 1.224 que o país deveria ter adotado. Dos 57 acordos do bloco previstos em seu protocolo de adesão, Caracas só havia incorporado 16.

 

Entre os acordos de que a Venezuela não aderiu estão o Protocolo de Assunção, de promoção e proteção dos direitos humanos, e o acordo sobre residência, que permite um cidadão de qualquer país do bloco viver em outro.

 

Antes de a Venezuela ser notificada, a chanceler do país, Delcy Rodríguez, divulgou ontem um pedido para que se estabeleçam negociações diretas sobre o cumprimento de adesão ao bloco. Ela disse que a Venezuela deve ser respeitada. E que funcionários comprometidos com mandatos imperiais não poderão ir contra o país com suas ações antijurídicas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique