Polônia e Alemanha fazem homenagem às vítimas do Holocausto

02:39 Internacional, Notícias 27/01/2017 - 20h49 Bonn (Alemanha) Embed

Aline Moraes

Há setenta e dois anos, os prisioneiros de Auschwitz foram libertados, no fim da segunda guerra mundial.

 

A data – 27 de janeiro – foi designada pelas Nações Unidas como o Dia Internacional de Lembrança do Holocausto.

 

Nessa sexta-feira, sobreviventes voltaram ao maior campo de concentração construído pelos nazistas, para marcar a data e homenagear as vítimas. O polonês Bogdan Bartnikowski falou sobre como se sente ao lembrar dessa época de sua vida.

 

Só em Auschwitz, cerca de um milhão de judeus foram mortos, além de outros grupos, como ciganos e homossexuais.

 

E milhares de pessoas com alguma deficiência física ou intelectual já haviam sido alvo da ideologia de “raça pura” dos nazistas, com o chamado “programa de eutanásia”.

 

Elas eram mortas com overdose de remédios e em câmaras de gás. Essas vítimas foram especialmente lembradas no tributo do Parlamento alemão, nas palavras do presidente da casa, Norbert Lammer.

 

Familiares das vítimas também participaram da cerimônia no parlamento. A alemã Sigrid Falkenstein, sobrinha de uma das milhares de pessoas mortas pelo “programa de eutanásia”, lembrou que depende de nós manter essa lembrança viva. E que não é possível compreender nem o presente nem o futuro sem a memória do passado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique