Após ataque à Síria, Rússia convoca reunião do Conselho de Segurança da ONU

01:44 Internacional, Notícias 14/04/2018 - 09h14 Atlanta (EUA) Embed

Leandra Felipe

A Rússia convocou hoje uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas para discutir as ações que chamou de “agressivas” dos Estados e seus aliados.

 

A informação foi repassada pelo governo russo, em um comunicado assinado pelo próprio presidente Vladimir Putin.

 

No texto Putin afirmou: “a atual escalada da situação em torno da Síria tem um impacto devastador em todo o sistema de relações internacionais”. 

 

A Síria afirmou que a maioria dos misseis foram interceptados, mas o Pentágono afirmou em uma coletiva na noite dessa sexta-feira (13) que os alvos foram interceptados.

 

Segundo o Pentágono o bombardeios aéreos lançados nessa sexta-feira (13) pelos Estados Unidos, em conjunto com a França e Reino Unido, sobre a Síria tiveram como alvos três locais descritos como de "capacidades químicas: Um centro de pesquisa científica localizado na capital, Damasco, uma instalação de armazenamento de armas químicas, supostamente localizada a oeste de Homs, e ainda uma terceira próxima ao segundo alvo, onde - segundo o Pentágono - servia de armazém de equipamentos de armas químicas, além de um posto de comando.

 


O Pentágono disse que os Estados Unidos identificaram alvos sírios relacionados ao armamento químico e evitaram bases russas e alvos civis.  O secretário de defesa, James Mattis, afirmou que foi um “ataque único”, por enquanto, porque a meta é fazer com que Bashar Al Assad deixe de usar armas químicas – ação negada pelo governo sírio.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.