Papa Francisco pede fim da violência na Nicarágua

01:19 Internacional, Notícias 23/04/2018 - 07h51 Buenos Aires Embed

Mônica Yanakiew

O papa Francisco pediu nesse domingo (22) o fim da violencia na Nicarágua. Segundo o governo nicaraguense, dez pessoas morreram nos protestos contra a reforma da Previdência, que entra em vigor em julho.


Mas o Centro de Direitos Humanos da Nicarágua – que e independente do governo – diz que o número de mortos chega a 25. Entre eles, um jornalista que levou um tiro na cabeça enquanto cobria as manifestações.


Os manifestantes saíram às ruas na quarta-feira passada, depois que o governo decidiu reduzir as pensões em 5% e aumentar as contribuições de empresas e trabalhadores ao setor previdenciário.


Este é o maior desafio para o presidente Daniel Ortega, desde sua reeleição em 2016.


Ortega iniciou sua carreira como líder da Revolução Sandinista, de 1979, que derrotou a ditadura de Anastasio Somoza.


No sábado, ele foi à televisão e acusou os manifestantes de querer destruir a paz e a estabilidade na Nicarágua, semeando ódio.


Mas as organizações de Direitos Humanos acusam as forças de segurança de usar balas verdadeiras para reprimir os protestos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique