Polícia diz que ataque à sede do YouTube foi motivado por raiva contra as políticas do site

01:14 Internacional, Notícias 04/04/2018 - 19h54 Denver, EUA Embed

Gislene Nogueira

A Polícia de San Bruno, na Califórnia, acredita que a mulher que atacou a sede do Youtube abriu fogo contra pessoas que ela não conhecia.

 

O chefe da investigação diz que a suspeita estava irritada com as políticas e as práticas do site de compartilhamento. Para a polícia, isso parece ter sido a motivação do ataque.

 

A polícia descobriu que a atiradora visitou um estande de tiros horas antes de abrir fogo na sede do Youtube. Uma arma semiautomática, registrada legalmente no nome dela, foi usada no ataque.

 

A autora dos disparos que feriu três pessoas era Nasim Najafi Aghdam, de 39 anos, nascida no Irã e moradora de San Diego. E cometeu suicídio depois do ataque. Ela era ativista vegana e mantinha o site com o nome “brisa verde”, em persa.

 

Em um vídeo postado na internet, ela diz que está sendo discriminada e acusa o Youtube de filtrar o conteúdo e diminuir as visualizações. Desde o ano passado, o site de compartilhamento, que pertence ao Google, fez mudanças na forma de remuneração de anúncios dos vídeos postados na plataforma, o que gerou reclamação de usuários.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique