Donald Trump e Kim Jong-un estão em Cingapura para reunião histórica

01:37 Internacional, Notícias 11/06/2018 - 08h28 Atlanta (EUA) Embed

Leandra Felipe

Donald Trump voou do Canadá para Cingagura, nesse domingo (10), depois de um encontro do grupo dos sete países mais ricos do mundo, em Quebec, no Canadá. A reunião foi recheada de provocações. No fim das contas, Trump publicou, em uma mensagem no twitter, que retiraria o apoio americano ao comunicado final da cúpula.

 

Depois de uma reunião que termina com indícios de que uma guerra comercial pode estar a caminho, Trump chegou a Cingapura para o histórico e esperado encontro com Kim Jong-un em busca da paz.

 

 

A TV estatal da Coreia do Norte divulgou um comunicado de Kim Jong-un sobre a o primeiro encontro entre líderes dos dois países. O texto diz que questões sobre as novas relações entre Coreia do Norte e Coreia do Sul serão discutidas, bem como um mecanismo permanente e duradouro de manutenção da paz na península, além da desnuclearização e a paz duradoura.

 

Antes de embarcar, Trump não deu muitos detalhes sobre o que espera, mas disse acreditar que Kim Jong-un quer fazer algo por seu povo.

 

O primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong, informou à imprensa internacional que a reunião vai custar aproximadamente US$ 15 milhões, custo que, na visão dele, valerá a pena, porque a cidade-Estado também quer deixar sua marca neste esperado momento.