EUA começa a impor tarifas sobre importação de aço e de alumínio a parceiros tradicionais

1:45 Internacional, Notícias 01/06/2018 - 10h08 Washington (EUA) Embed

Paola de Orte

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta (31) que vai impor tarifas sobre a importação de aço e de alumínio de tradicionais parceiros do país.

 

A partir desta sexta (01), Canadá, México e União Europeia não estarão mais isentos das taxas de 25% sobre o aço e de 10% sobre o alumínio que começaram a ser impostas para a maior parte dos países em março.

 

Brasil, Argentina, Austrália  e Coreia do Sul continuam isentos das tarifas de aço e passam a exportar o produto por meio de um sistema de cotas, mas o Brasil não aparece na lista dos países que continuam isentos da tarifa sobre o alumínio. Portanto o país também passa a pagar 10% para exportar o produto aos norte-americanos. A Indústria do alumínio no Brasil preferia uma tarifa a cotas.

 

A Casa Branca diz que o excesso de oferta global de aço gera um problema de segurança nacional para os Estados Unidos. Segundo o governo, quanto mais o país importa, menos produz em casa, e, no caso de uma emergência nacional, não teria produção doméstica suficiente para infraestrutura e defesa.

 

Alguns dos países afetados pelo anúncio desta quinta estão entre os principais aliados dos Estados Unidos. Canadá e México são vizinhos e parceiros no Nafta, o tratado de livre comércio da América do Norte.

 

Já entre os países europeus estão alguns dos principais parceiros norte-americanos em temas políticos e de segurança. O que resta saber agora é se a decisão de Trump de iniciar uma guerra comercial com os aliados pode também influenciar sua relação em outras áreas.

 

O Canadá disse que vai impor tarifas sobre produtos norte-americanos. E também denunciar os Estados Unidos à organização mundial do comércio.

 

A União Europeia também afirmou que vai impor contra medidas e chamou as tarifas de inaceitáveis.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique