Parlamento Europeu terá nova composição após Brexit

01:39 Internacional, Notícias 14/06/2018 - 10h18 Lisboa Embed

Marieta Cazarré

O Parlamento Europeu terá menos deputados após o Brexit. Está prevista para março do ano que vem a saída definitiva do Reino Unido da União Europeia. O país, ao deixar de ser membro do bloco, deixa também de ter representantes no Parlamento Europeu.

 

Nas próximas eleições, que se realizam em maio de 2019, o número de eurodeputados no parlamento passará de 751 para 705.

 

Com a nova composição, nenhum estado-membro perde lugares. Dos 73 postos liberados pela saída do Reino Unido, 27 serão redistribuídos por 14 estados-membros. Os restantes 46 lugares ficarão vagos, podendo ser utilizados para eventuais adesões de outros países à União Europeia.

 

A solução proposta visa corrigir desvios na proporcionalidade, que não é perfeitamente respeitada atualmente, fazendo com que alguns estados-membros se encontrem sub-representados.

 

França e Espanha são os países que ganharão mais assentos, cinco cada um. Itália e Países Baixos terão três assentos a mais e a Irlanda, dois. Outros nove países terão acréscimo de um assento.

 

Caso a saída do Reino Unido não tenha sido concretizada até o início da próxima legislatura, o número de eurodeputados por país se manterá inalterado até que o Brexit produza efeitos jurídicos.

 

A proposta ainda tem de ser aprovada pelos chefes de Estado, por unanimidade, no fim deste mês.