Quase 90 milhões de mexicanos vão às urnas neste domingo

01:17 Internacional, Notícias 01/07/2018 - 13h14 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Hoje é dia de eleições gerais no México. Mais de 89 milhões de mexicanos vão às urnas eleger o novo presidente do país, 128 senadores, 500 deputados, além de governadores, prefeitos e vereadores.

 

São mais de 18 mil cargos em disputa. É o maior e o mais violento processo eleitoral da história do país, que, segundo a imprensa local, registra mais de 500 casos de agressão e mais de 100 políticos mortos desde setembro, quando começou a campanha.

 

O favorito na corrida presidencial é Andrés Manuel López Obrador, ex-prefeito da Cidade do México, e que aparece nas pesquisas com 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o candidato de centro Ricardo Anaya. Se a preferência for confirmada na eleição, López Obrador será o primeiro presidente mexicano de esquerda desde 1930.

 

Os principais desafios do novo presidente estão a questão migratória, que se agravou com a política adotada por Donald Trump, e a crise cambial. Nos últimos 12 meses, o peso mexicano perdeu 16% do valor em relação ao dólar. Segundo a imprensa internacional, entre as causas da desvalorização da moeda está a preocupação de investidores com a provável eleição de López Obrador.

 

Os mexicanos residentes no Brasil puderam enviar os votos pelo correio.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique