Papa ordena investigação de bispo norte-americano; ele já renunciou ao cargo na Virgínia Ocidental

01:34 Internacional, Notícias 13/09/2018 - 19h37 Washington, (EUA) Embed

Paola de Orte

O Papa Francisco se reuniu nesta quinta-feira com líderes da igreja católica dos Estados Unidos para discutir denúncias de abuso sexual. Durante a reunião, o Papa ordenou a abertura de uma investigação contra um bispo norte-americano.

 

Michael Bransfield, 75 anos, é acusado de má conduta sexual contra adultos.Ele comandava uma diocese na Virgínia Ocidental e renunciou ao cargo. A igreja católica passa por uma série de crises relacionadas a abuso sexual, a maioria, contra menores. Pesquisas mostram uma queda de confiança na instituição no Chile, na Austrália, na Irlanda e aqui nos Estados Unidos.

 

Há cerca de um mês, o procurador-geral da Pensilvânia revelou que padres da região abusaram de mais de mil crianças nos últimos setenta anos. Cerca de trezentos religiosos estão envolvidos nas denúncias.

 

Nesta quarta, o jornal alemão Der Spiegel revelou que mais de três mil menores, a maioria homens, foram vítimas de abuso por mais de mil e quinhentos integrantes da igreja durante os últimos setenta anos. Os números foram antecipados na publicação e fazem parte de um relatório feito a pedido da instituição que será divulgado ainda este mês.

 

Outro escândalo da igreja católica envolve o coral da Capela Sistina, o Papa autorizou uma investigação sobre possíveis irregularidades financeiras. O gerente e o diretor são suspeitos de desvio de verbas, fraude e lavagem de dinheiro. O coral foi fundado em 1.471 e é o mais antigo do mundo.