Bolsonaro diz que desenvolvimento econômico tem que caminhar ao lado da preservação ambiental

15:09 Internacional, Sonoras 22/01/2019 - 17h16 Brasília Embed

Sonora

Em seu discurso no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, sua primeira viagem internacional, o presidente Jair Bolsonaro destacou hoje (22) que o governo vai abrir o mercado de modo que o Brasil esteja entre os 50 melhores países propícios aos negócios.

 

Ele discursou por cerca de 15 minutos na primeira sessão plenária, tendo sido recebido pelo presidente do fórum, o alemão Klaus Schwab.

 

Depois, respondeu a perguntas de Schwab sobre como pretende implantar as transformações que afirmou pretender executar: como combaterá a corrupção, que planos tem na área de sustentabilidade e sobre como ele planeja integrar o Brasil no contexto latino-americano e mundial.

 

Sobre a sustentabilidade, o presidente disse que “nossa missão agora é avançar na compatibilização entre a preservação do meio ambiente e a biodiversidade, com vistas ao nosso crescimento econômico. São questões interdependentes e indissociáveis.” Uma das medidas citadas por ele nessa área, que o Brasil perseguirá, é a redução da emissão de gás carbônico.

 

Bolsonaro disse que o governo brasileiro vai diminuir o tamanho do Estado, fazer as reformas necessárias, como a da Previdência e e a tributária, diminuir o peso do Estado que sobrecarrega quem produz e empreende. Nas relações bilaterais, o presidente disse que não haverá viés ideológico, e o Brasil vai buscar mais negócios e aproximação com os países em geral.

 

Sobre a corrupção, objeto de uma das perguntas de Schwab, Bolsonaro disse que a nomeação técnica de sua equipe ministerial foi o primeiro passo no sentido de combater a corrupção. E que haverá também mudanças e aperfeiçoamento na legislação para que haja um efetivo combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. “Precisamos, sim, muito, do parlamento brasileiro e confiamos que o mesmo nos dará respaldo”.

 

Acompanhe a íntegra do discurso e das respostas de Jair Bolsonaro ao presidente do Fórum Econômico Mundial.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique