Mourão defende o Brasil neutro na briga comercial entre EUA e China

03:47 Internacional, Notícias 29/05/2019 - 12h28 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O vice-presidente, Hamilton Mourão, concedeu nessa terça-feira (28) uma entrevista exclusiva à EBC, Empresa Brasil de Comunicação. Para as equipes da Rádio Nacional, TV Brasil e Agência Brasil, Mourão fez um balanço da recente viagem à China.

 

Ele destacou que os chineses já lidam com o problema de garantir bem-estar e emprego para todas as camadas da população, inclusive para quem não tem qualificação. Para o vice-presidente, o Brasil deve observar melhor esse exemplo.

 

Hamilton Mourão destacou que a China é um país milenar e quase sempre teve protagonismo no comércio internacional.

 

Para Mourão, um dos grandes desafios para o Brasil ter mais relevância é diversificar a participação no mercado global.

 

O vice-presidente também comentou sobre a guerra comercial entre China e Estados Unidos. Nos últimos meses, o presidente americano, Donald Trump, aumentou a taxação sobre diversos produtos que os Estados Unidos importam da China.

 

Alguns comerciantes chineses optaram por interromper as exportações e outros reduziram os preços. Mesmo assim, o aumento nas tarifas foi repassado aos consumidores americanos, que estão pagando mais caro por alguns produtos.

 

Além disso, após suspeitas de espionagem industrial, empresas dos Estados Unidos interromperam negócios com a gigante de tecnologia chinesa Huawei, uma das quatro fabricantes de celulares e tablets com tecnologia 5G no mundo.

 

Diante desse cenário, o vice-presidente, Hamilton Mourão, avaliou que o Brasil deve manter uma posição de neutralidade.

 

De acordo com o Observatório de Complexidade Econômica, a China e os Estados Unidos são os principais parceiros econômicos do Brasil, tanto na exportação quanto na importação de produtos.

 

Ao longo do ano passado, os chineses movimentaram US$ 75 bilhões em importações e exportações para o Brasil. Já os Estados Unidos movimentaram US$ 45,5 bilhões em negociações comerciais com o Brasil.

 

Parece muito dinheiro mas, também, no ano passado os Estados Unidos compraram US$ 476 bilhões em produtos chineses e venderam US$133 bilhões para a China.

 

O vice-presidente, Hamilton Mourão, retornou da viagem oficial à China nessa segunda-feira (27). Em agosto será a vez do presidente, Jair Bolsonaro, fazer uma viagem de Estado ao país.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique