Trump: EUA podem adotar novas sanções se Irã não abrir mão de arma nuclear

02:22 Internacional, Notícias 08/01/2020 - 18h32 Brasília Embed

Victor Ribeiro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez nesta quarta-feira (08) o primeiro discurso desde que as Forças Armadas do país executaram o general iraniano Qassem Soleimani, no dia 2. O ato aumentou o risco de um conflito internacional.

 

O Irã classificou o ataque americano como terrorismo de Estado e, em retaliação, bombardeou, nessa terça-feira (07), duas bases usadas pelos Estados Unidos no Iraque. No pronunciamento desta quarta, Trump assegurou que nenhum cidadão americano foi atingido.

 

Donald Trump aproveitou o discurso para justificar o assassinato de Soleimani. O presidente dos Estados Unidos voltou a dizer que o ataque foi necessário devido ao risco de ocorrerem ações que ameaçavam a vida dos americanos.

 

Ao longo do pronunciamento, Donald Trump não mencionou explicitamente novos ataques ao Irã, mas manteve a ameaça de novas retaliações. E defendeu que o país persa abra mão do arsenal nuclear. Enquanto isso não ocorrer, Trump prometeu penalizar o Irã, com a adoção de novas sanções.

 

Trump negou que tenha interesse no petróleo produzido no Irã, que no ano passado descobriu um campo com grande reserva do combustível. E afirmou que os Estados Unidos estão prontos para abraçar a paz.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique