Prefeitura de Palmas é acionada na Justiça por falta de medicamentos na rede pública de saúde

01:06 Justiça, Notícias 28/10/2019 - 13h25 Brasília Embed

Maíra Heinen

A Justiça do Tocantins acatou pedido da Defensoria Pública do estado contra a prefeitura de Palmas em ação sobre a falta de medicamentos na rede pública de saúde da capital.

 

O problema, segundo a DPE, é recorrente e mostra desrespeito com as famílias que dependem de tratamento.

 

O secretário da Saúde de Palmas, Daniel Borini, e o Procurador-Geral de Palmas, Mauro Ribas, foram intimados a prestar esclarecimentos.

 

A ação requer regularidade para fornecimento medicamentos específicos para saúde mental e materiais e insumos.

 

O objetivo é manter um estoque mínimo por um período de dois meses, a fim de assegurar a continuidade do tratamento e evitar a situação de estoque zero.

 

Ainda de acordo com a Defensoria, a ação foi necessária após diversas tentativas de solucionar o problema de forma extrajudicial.

 

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que não foi notificado até o momento e que assim que isso ocorrer, prestará todos os esclarecimentos necessários dentro dos autos do processo.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique