Rede de escolas que fechou as portas no DF firma acordo com MP para entrega de documentos a alunos

01:30 Justiça, Notícias 11/11/2019 - 22h07 Brasília Embed

Victor Ribeiro

A rede de escolas Alub, que tinha seis unidades no Distrito Federal, só deve encerrar oficialmente as atividades após entregar os documentos a todos os estudantes. O compromisso foi firmado em um TAC, Termo de Ajustamento de Conduta, entre os administradores do colégio e o Ministério Público do DF.


A promotora de Defesa da Educação Márcia Pereira da Rocha, do Ministério Público, destacou que o objetivo é que a rede de escolas só seja oficialmente fechada depois de acertar as contas com os alunos.


Ainda de acordo com o TAC, os administradores do Alub têm até o dia 2 de dezembro para entregarem aos estudantes toda a documentação necessária para a matrícula em outra escola.


Além da promotoria de Defesa da Educação, o Ministério Público acompanha esse caso por meio da promotoria de Defesa do Consumidor.


No começo do mês passado, problemas financeiros levaram à interrupção das aulas nas seis escolas da Rede Alub, na Asa Norte, Ceilândia, Gama, Guará, Taguatinga Sul e Vicente Pires. E o credenciamento junto à Secretaria de Educação já estava vencido nas unidades da Asa Norte e do Gama.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique