Corais e mangues são atingidos por manchas de óleo no Nordeste; opções de contenção são testadas

02:17 Meio Ambiente, Notícias 29/10/2019 - 17h28 Brasília Embed

Renata Martins

Levantamento divulgado esta terça-feira pelo Ibama indica que 17 manchas de óleo atingem atualmente o litoral nordestino. Há vestígios esparsos em outros 153 locais. De acordo com a Marinha do Brasil, as praias estão em processo de limpeza.


A mancha de petróleo cru, que há quase dois meses aparece no litoral nordestino, já chegou a rios, corais e mangues. Militares atuam na limpeza do manguezal de Mamucabas, em Pernambuco. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros pernambucano encontraram óleo nos corais da praia do Cupe, ao norte de Porto de Galinhas, em Ipojuca.


O secretário de Meio Ambiente do Estado, José Bertotti, falou sobre o avanço das manchas de petróleo nas áreas de encontro de rios com o mar.


“Já foram identificados 13 pontos de maior sensibilidade, que são os estuários que tiveram de alguma forma contato com esse óleo, e alguns arrecifes. Existe um trabalho de mergulhadores do Corpo de Bombeiros principalmente ali no Cupe, retirando o material que ficou no fundo dos arrecifes. Desde sábado também foram colocadas equipes de mergulhadores no fundo do rio Mamucabas. E ontem, no monitoramento que foi feito no Centro de Comando e Controle do Mar, o ministro da Defesa assegurou que colocaria mergulhadores nesses pontos para identificar quais são as áreas de maior contato.”


Na Bahia, técnicos do governo do estado, Petrobrás, Marinha, Ibama e pesquisadores da Universidade Federal da Bahia concluem nesta quarta-feira uma operação em nove estuários do litoral norte. A equipe análise da viabilidade de instalação de barreiras de contenção para proteção dessas áreas mais sensíveis à contaminação do petróleo.


Um projeto piloto do governo do estado está distribuindo redes a pescadores. A expectativa dos pesquisadores é que o óleo cru, por sua densidade e volume, fique retido na rede. Assim, será direcionado para a praia, impedindo sua fragmentação e possibilitando a coleta antes que atinja os manguezais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique