Mais de 270 tartarugas já foram afetadas pelo petróleo no NE; 500 ninhos estão ameaçados

02:20 Meio Ambiente, Notícias 11/10/2019 - 21h23 Brasília Embed

Ariane Póvoa

O derramamento de óleo que afeta boa parte do litoral nordestino tem causado problemas para os animais da região.

 

Segundo o Ibama, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, até esta sexta-feira, 272 tartarugas e 12 aves haviam sido contaminadas pelo produto. 13 animais morreram em decorrência da contaminação.

 

A extensão da área atingida pelo óleo tem dificultado o trabalho desenvolvido pelo Projeto Tamar, que atua na busca pela preservação das tartarugas marinhas, ameaçadas de extinção.

 

Quem afirma é o engenheiro de pesca do Projeto, César Coelho.

 

“Hoje a gente está correndo atrás dos filhotes que estão nessa desova ao longo de 250 quilômetros de litoral. Para você ter uma ideia, hoje a gente tem aproximadamente 500 ninhos com proximidade de eclosão. 500 ninhos significam 50 mil filhotes”.

 

César explica que o acidente pode prejudicar o desenvolvimento das tartarugas.

 

“Esses filhotes não podem ser mantidos em cativeiro. Os filhotes de tartaruga quando mais rápido alcançarem o mar, melhor. Porque, quando o filhote nasce, ele tem um frenesi de natação para chegar à parte oceânica, que a gente chama o primeiro ano perdido das tartarugas, porque elas ficam ao sabor das correntes. Então quanto mais tempo você reter esse filhote, pior é”.

 

Segundo dados do Ibama, as primeiras manchas de óleo foram identificadas no fim de agosto, no litoral da Paraíba. O instituto já contabilizou 156 regiões afetadas, em 9 estados brasileiros.

 

Em nota, o Ibama informou que continua a realizar o estudo do impacto ambiental na região e que será definido o prazo de ação para a limpeza das praias.

 

Já a investigação da origem do produto é conduzida pela Marinha que, junto com a Polícia Federal, notificou 30 navios tanques de 10 diferentes bandeiras a prestarem esclarecimentos.

 

A Petrobras concluiu, em análise, que a sustância encontrada se trata de petróleo cru, não produzido no país. A empresa está treinando moradores locais para ajudarem na limpeza das regiões afetadas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique